a dieta que toma conta do seu peso e sua saúde

A dieta mediterrânica é um surpreendente conjunto de sabores e cores, onde o enorme prazer de desfrutar da comida não está acabando com a nossa saúde nem com a manutenção de um peso ideal.

Trata-Se de uma dieta intimamente ligada à terra e ao clima mediterrâneo, onde se prioriza o consumo de alimentos saudáveis e frescos, além disso, os seus benefícios para a saúde estão sobejamente comprovados por diversos estudos científicos.

A dieta mediterrânea não é apenas uma dieta que permite perder peso ou manter o peso corporal sob controle, trata-se de um dos padrões alimentares mais saudáveis do mundo, mas o que mais.

Tabela de conteúdo

As chaves da dieta mediterrânica

A dieta mediterrânea não é, em absoluto, restritiva e como apuntábamos ao início não é incompatível com o prazer de desfrutar de uma boa refeição, mas para ser levada a cabo de forma correta é necessário sustentar em alguns pilares básicos que poderiam ser resumidas da seguinte forma:

  • O complemento idéia para cozinhar nossos pratos ou para aliñarlos é o azeite de oliva extra-virgem.
  • Os frutos secos, devem ter presente como uma das melhores fontes de gorduras saudáveis.
  • Os métodos de cozimento que mais se utilizam são os salteados, leves, assados, ensopados, ferro e vapor, deixando as frituras apenas para um consumo esporádico.
  • Os alimentos que se consomem são frescos, sazonais e de preferência de carácter local (melhor comprar na mercearia que em uma grande área).
  • O peixe e os ovos são a nossa principal fonte de proteínas, a carne sempre deve ser consumida em menor grau do que o peixe.
  • A carne vermelha é consumir de forma esporádica.
  • Além dos cereais, o pão e as massas, as leguminosas são uma importante fonte de hidratos de carbono e devem estar presentes na nossa dieta de cerca de 3 vezes por semana.
  • A verdura, seja cru em forma de salada) ou cozida, é uma peça indispensável na dieta mediterrânica, que deve estar presente na nossa alimentação diária.
  • A fruta deve ser sempre o principal, sobremesa, o consumo de sobremesas mais elaborados somente deve ser feita de forma esporádica e excepcional.
  • A bebida sempre será a água mineral natural e acompanhando as refeições, o vinho tinto.
  • O consumo habitual de alimentos processados não é contemplado na dieta mediterrânica, o alimento deve ser ingerido em sua forma mais natural possível.

A melhor maneira de complementar essa dieta saudável sempre será o exercício físico regular e se possível ao ar livre.

Como pode ajudar a emagrecer, a dieta mediterrânica?

Um dos fatores que mais contribuem para o excesso de peso e a obesidade são as dietas. Seguir uma dieta restritiva, em numerosas ocasiões, leva-nos a perder peso e que, posteriormente, é recuperado, já que a maioria dessas dietas não podem sustentar-se indefinidamente.

Em contrapartida, a dieta mediterrânea é baseada em uma alimentação saudável, equilibrada e variada , pelo que deve ser tomada de forma indefinida, já que é uma das melhores aliadas para a nossa saúde. Outro fator que intervém diretamente nos altos índices de obesidade é que nós desnaturado nossa alimentação, que é cada vez mais processada e industrializada. Temos abandonado uma das melhores dietas do mundo para adotar modelos de alimentação ricos em gorduras, proteínas e hidratos de carbono refinados.

Quando se aborda a alimentação e volta a se basear no que é natural, em uma dieta mediterrânea, a perda de peso se dá de forma progressiva e saudável, já que temos deixado para trás muitos dos hábitos e alimentos que nos engordaban.

Menu semanal

O menu semanal que apresentamos a seguir irá ajudá-lo a assimilar melhor as chaves da dieta mediterrânea, uma vez que irá surpreendê-lo por tratar-se de um menu delicioso, variado e equilibrado.

Segunda-feira

  1. Café da manhã: Granola em casa com um iogurte sabor e uma colher de chá de mel. Infusão
  2. Meio da manhã: Uma peça de fruta
  3. Comida: Salada variada. Peixe ao forno com legumes e batatas. Uma peça de fruta
  4. Lanche: Uma maçã ao forno. Um queijo fresco
  5. Jantar: Salteado de legumes. Omelete. Uma peça de fruta

Terça-feira

  1. Café da manhã: Duas torradas de pão integral com azeite de oliva. Peito de peru. Um café com leite
  2. Meio da manhã: Um iogurte sabor. 4 porcas
  3. Comida: Salada variada. Paella com carnes brancas. Uma peça de fruta
  4. Lanche: Uma peça de fruta. Uma infusão
  5. Jantar: Churrasco de legumes. Salmão grelhado. Uma peça de fruta

Quarta-feira

  1. Café da manhã: suco de laranja natural. Um pedaço de bolo caseiro
  2. Meio da manhã: Um iogurte sabor. Uma infusão
  3. Comida: Salteado de macarrão com legumes e cogumelos. Peixe branco ao vapor. Uma peça de fruta
  4. Lanche: Uma peça de fruta. Um punhado de amêndoas naturais
  5. Jantar: Salada variada. Um peito de frango grelhado. Uma peça de fruta

Quinta-feira

  1. Café da manhã: Duas torradas de pão integral com azeite de oliva. Duas fatias de queijo. Uma peça de fruta. Infusão
  2. Meio da manhã: Um iogurte sabor. 4 porcas
  3. Comida: Grão de bico com espinafre. Atum ao forno com cebola. Uma peça de fruta
  4. Lanche: Uma peça de fruta. Infusão
  5. Jantar: Juliana de legumes refogado. Uma omelete. Uma peça de fruta

Sexta-feira

  1. Pequeno-almoço: Cereais com leite desnatado. Uma peça de fruta
  2. Meio da manhã: Um iogurte natural. Um punhado de frutos secos variados
  3. Comida: Ensaladilla de legumes, o atum e legumes. Peixe branco cozido. Uma peça de fruta
  4. Lanche: suco natural de laranja.Uma torrada integral com queijo fresco
  5. Jantar: Salada variada. Coxa de frango ao forno. Maçã ao forno

Segunda-feira

  1. Café da manhã: Granola em casa com leite desnatado. Uma peça de fruta. Infusão
  2. Meio da manhã: Um iogurte sabor. Três biscoitos de aveia
  3. Comida: Fideuá de legumes. Hambúrguer vegetariano de grão-de-bico. Uma peça de fruta
  4. Lanche: suco natural de laranja. Uma torrada integral com azeite de oliva e peru
  5. Jantar: Churrasco de legumes. Carne na brasa. Uma peça de fruta

Domingo

  1. Café da manhã: Um pedaço de bolo caseiro. Um café com leite
  2. Meio da manhã: Um iogurte natural. 4 porcas
  3. Comida: Salada variada. Guisado de grão de bico e bacalhau. Uma peça de fruta
  4. Lanche da tarde: salada de frutas. Infusão
  5. Jantar: Salada variada. Omelete com aspargos. Uma peça de fruta

Gostaria de saber como tenho passado de 68 a 50 kg sem fazer nenhuma dieta?

Eu tenho que admitir que não sou nutricionista, mas isso não quer dizer que não saiba sobre dietas (como pudeste ler). De fato, eu acho que eu tentei mais dietas que mais de um nutricionista 🙂

Meu maior caso de sucesso foi passar, há muito pouco tempo, de 68 a 50 quilos após empolgue muito. E isso que depois de engravidar mantive bem o tipo e fiz outras dietas que me iam bem.

Tudo foi graças ao Plano Revolucionário, um método que me ensinou a cozinhar e a comer comida de verdade, sem dietas e sem restrições típicas.

Se quiser saber tudo o que fez por mim este plano e a minha história pessoal, convido você a ler. Eu Te ajudará a e motivador para tirar esses quilos a mais!

CLIQUE AQUI PARA LER A MINHA HISTÓRIA

Vídeo

Assista ao vídeo abaixo para reforçar tudo o que você descobriu sobre essa dieta saudável e, além disso, poderá descobrir os seus vários benefícios para a nossa saúde.

Lembre-se que a dieta mediterrânica não está contraindicada em qualquer caso, é a própria Organização Mundial de Saúde recomenda como a dieta de referência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *